Nós somos deus ?

O Segredo não é um filme. É um longa-metragem que pertence à categoria “televendas”. Não há história, exceto a da autora, que passou por uma crise que resultou na descoberta de “o segredo” da vida. Os “peritos”, cujos depoimentos dimensionam a promessa de uma vida melhor, são “filósofos”, “físicos quânticos”, e “autores”. Há inclusive um “visionário”, com um doutorado honorário em Teologia. Desfilam seus depoimentos no estilo mais próximo ao de um programa de televisão evangélico, onde os pastores anunciam os seus cultos.

A promessa é simples. Você pode ter tudo que quiser se pensar direito. O pensamento atrai a realidade. Tudo que você tem de fazer é mudar a forma como pensa. Um dos autores deixa claro que “nós somos deus” e, portanto, criamos a nossa vida.

A formula reúne gêneros como literatura de auto-ajuda, esoterismo (da linha de “O Código DaVinci” ou da maçonaria) e promessas de riqueza (como nos folhetos da Amway ou da Herbalife). Tudo não passa de uma nova versão do gnosticismo – uma filosofia que casou a fé cristã com filosofia grega há quase 2.000 anos. Por isso mesmo o filme traz mais um perigo para a Igreja. Hoje em dia, cristãos estão fascinados com o mundo e com tudo o que ele oferece. São presas fáceis deste tipo de abordagem. Há quem assemelhe o filme ao livro “A Quarta Dimensão”, de Paul Yonggi Cho. Mas Cho falava de oração. O Segredo fala só de mentalização.

Além de enganoso, há embutido em seu argumento um lado extremamente cruel. Se o argumento de O Segredo for verdade, os judeus são responsáveis pelo Holocausto, os negros sul-africanos pelo Apartheid,e o continente africano pela escravidão nas Américas, para não falar nas vítimas de estupro, roubo e assassinato.

O filme pode ser proveitoso se um líder quiser mostrá-lo numa reunião cristã e depois discutir a sua falsidade. Fizemos isto na juventude da Catedral da Igreja Pentecostal de Nova Vida. Muitos tinham acabado de completar o catecismo pré-batismal. Antes que o filme terminasse eles mesmos já tinham desconstruído cada argumento apresentado. Mas, infelizmente, nem todos os cristãos conhecem a sua fé o bastante para discernir entre o que parece certo e o que é verdade.

Bispo Walter McAlister
Bispo Primaz
Aliança das Igrejas Pentecostal de Nova Vida

Anúncios

6 Respostas para “Nós somos deus ?

  1. Matheus, Graça & Paz!
    Meu blog é um clipping, ou seja, ele reúne diversos artigos e textos, ministrações da Palavra de Deus, assinados por diversas pessoas, inclusive meus (sempre identifico isso).
    No caso deste post q vc comentou, não é de minha autoria, entao peço que por favor, entre em contato com o autor do mesmo pra sanar suas duvidas, ok?!
    Abraços, obrigada pela visita e volte sempre 🙂
    Sílvia M. Rizzuto Rosa
    [owner deste blog]

  2. Não entendi o 4º parágrafo. Não entendi a relação entre os acontecimentos citados e as pessoas que sofreram os tais. Também não entendi a relação dos mesmos com o segredo do livro.
    Se puder me esclarecer, serei grato.

  3. Olá!
    Achei interessante. Agora dizer que os Judeus são os culpados do genocidio, etc…
    não me parece certo. Se bem que, logicamente, a mensagem desse livro cria a própria relação causa efeito, a mensagem que eu entendo é até bem positiva e não cruel: nós somos responsáveis por nós, de certa forma. Da minha experiência vejo que poucas coisas são lineares e dai tiro muita coisa. Uma delas é que a interpretação de uma mensagem varia de pessoa para pessoa e do que se pretende tirar dela;

  4. Bem, parece uma discussão interessante.
    O Evangelho fala: “tudo que é bom, de boa fama e puro, nisso pensai”.
    O segredo tem muito da Bíblia, mas com a diferença que exclui Jesus, e esse é nosso segredo.
    * Sobre os Judeus, na Bíblia há a seguinte passagem: O seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos (Mateus 27:24-25)

    Graça e Paz

  5. Sil,
    Amo a profundidade dos seus post’s… sempre temas atuais abordados de forma inteligente!!!
    Parabéns querida, que Deus continue te usando muito!!!
    Bjs Grandes,
    Rê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s