A falsa alegria do carnaval

[ Comentários para este post no cabeçalho acima clique onde diz Comments ]
Vida com Jesus
“O som festivo dos tamborins foi silenciado, o barulho dos que se alegram parou”
( Isaías 24.8 )
O que é uma fantasia?  É tudo aquilo que não corresponde à realidade, fruto da imaginação.  Parecer alegre é bem mais fácil do que ser alegre.  Parecer feliz é infinitamente mais fácil do que ser feliz. Satanás é mestre em ocultar a miséria através da falsa alegria.  A sua principal fantasia é a da alegria.  Fantasiado de alegria atrai milhões, sem revelar o que está oculto.

A alegria é só uma fantasia quando embaixo dela, ocultos, estão o pecado, o desânimo, a miséria de um país que tem seu ensino em frangalhos, a saúde sucateada, o domínio do crime organizado, o tráfico e consumo de drogas, a gravidez adolescente em níveis assustadores, a corrupção em todos os níveis da sociedade, das pequenas cidades às grandes metrópoles.

A alegria é só uma fantasia quando a realidade da quarta-feira de cinzas é difícil de ser suportada.  Volta-se à pobreza, à falta de emprego, de dinheiro, de perspectivas de crescimento pessoal, de falta de moradia digna, de miséria familiar.

Com tantos inimigos aguardando na quarta-feira compensa investir durante um ano inteiro para apenas quatro dias?  Quatro dias compensam os outros trezentos e sessenta e um?   Os inimigos do brasileiro são muitos e são persistentes.  Por estar tão longe o dia da vitória sobre eles parece estranho parar quatro dias para se alegrar.

Na bíblia a alegria muitas vezes está associada à vitória sobre os inimigos.  A vitória de Josafá sobre Moabe e Amom foi um desses momentos onde a alegria era muito grande e justificada:

“Então voltaram todos os homens de Judá e de Jerusalém, e Josafá à frente deles, e tornaram para Jerusalém com alegria; porque o Senhor os alegrara com a vitória sobre os seus inimigos” (II Crônicas 20.27).

Rasgar a fantasia da falsa alegria é mostrar a verdadeira face da sua personalidade, depois de haver tentado dissimulá-la.  Se fosse possível ver o que está debaixo da sua fantasia, ficaria claro que liberar-se das “amarras”, “soltar os demônios”, dar vazão à carne e à vontade própria tem um preço e esse preço é muito alto.  Para muitas pessoas, carnaval é como sair de férias por 4 dias, arcando, porém, com as despesas da viagem durante o resto da vida.  Não serão apenas 10 ou 12 parcelas de pagamento. O preço pago será muito alto e prolongado.  Talvez não valha a pena o “investimento”.

O grande engano que o “folião-chefe” implantou no coração dos homens é que para haver alegria é necessário que haja insensatez, falta de limites.  O conselho da Palavra de Deus sobre isso é totalmente diferente.  A alegria vem pela realização pessoal, pela paz de espírito, pelo conhecimento do Deus Eterno e é permanente; dura todos os dias da sua vida e não apenas 4 dias.

Trocar a justiça pela iniqüidade, como pretexto para alegrar-se, é um caminho certo para esperar por cinzas na quarta-feira.  O caminho oferecido por Deus é contrário, mas garante um diferencial em relação aos companheiros de bloco:

Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria, mais do que a teus companheirosSalmo 45.7.

(Autoria de Oswaldo Chirov)
Meus Comentários: Eu estava lendo uma reportagem da revista Veja sobre os cantores gospel do Brasil e notei uma coisa que me deixou preocupada. Quando a reportagem fala de artistas católicos que também se apresentam em festas profanas, vi um perigo MUITO grande aí. Porque ao meu ver, não adianta absolutamente nada você estar enfiado na igreja de fim de semana ou aos domingos, ou a semana toda e continuar com um pé em Deus (igreja) e outro no diabo (mundo). Ou você segue a Cristo (e seguir a Jesus não é seguir alguma religião, que fique claro isso porque muita gente confunde; uma vida como discípulo de Jesus é relacionamento; só que só dá pra se ter um relacionamento com Jesus se você conhecer a Verdade que liberta e não tem como permanecer livre se você anda em desacordo com a Palavra do próprio Deus orando pra outros seres, pessoas mortas…) ou você não segue. Não tem meio termo pra isso. Inclusive o apóstolo Paulo escreveu que não é possível esconder a verdade e a justiça, nem continuar comendo na mesa de Deus e na do diabo. As pessoas tem de tomar uma decisão e realmente viver uma vida pra Deus. E isso não se dá somente nos dias de missa ou culto, mas em todos os nossos dias. A gente que aceitou a Jesus como único Senhor e suficiente Salvador ainda vive no mundo, mas não somos mais do mundo. Não dá pra misturar; assim como a água e o óleo não se misturam, não dá pra você aproveitar esses dias de carnaval se esbaldando em tudo quando é tipo de pecado, de exagero, e depois ir na Igreja na quarta-feira tomar as cinzas. Deus perdoa é claro, mas pecar em sã consciência é muito abuso da boa vontade de Deus eu acho. E não é só no carnaval, é nos outros dias do ano que devemos procurar ter uma vida santificada. Eu gosto muito daquele trabalho que a Canção Nova faz, o PHN: se não me engano quer dizer Por Hoje Não vou pecar. Gente, isso é maravilhoso porque é assim que tem de ser, é disso que a Bíblia fala! Não estou aqui falando mal dos católicos, até porque fui uma praticante por muitos anos e aprendi muito lá sobre Jesus (porque particularmente nunca fui fã de pedir nada pra santos ou pra Maria; sempre a respeitei como a mãe de Jesus, mas nunca a entronizei como alguém sobrenatural ou que possa intereceder por mim, assim como nunca fui devota de qualquer santo). As pessoas não terão mudanças significativas em sua vida se continuarem com um pé em cada barco. Uma hora eles irão pra lados ainda mais opostos e você vai cair no meio do mar! Ou se aceita a Jesus e toda a transformação que Ele fará em sua vida que tornará você extremamente feliz, realizado e com uma paz de espírito jamais vista, ou você continua esperando a melhor hora pra tomar essa decisão; ou então achando que tá bom assim, afinal, você erra, mas depois pede perdão e tá tudo resolvido. Não é assim que funciona, até porque vai que Jesus volte exatamente num momento em que você esteja lá no meio do pecado, hein?! E daí? Daí que você já era, meu caro! Como diz a Bíblia Sagrada em Mateus 25.13: “Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.Então, que tal agora você tomar a decisão mais importante da sua vida e entregar sua vida e seu coração à Jesus?! Se você tem coragem de tomar essa decisão, faça essa oração:
“Senhor Jesus, eu Te recebo agora como meu único Senhor e suficiente Salvador. Apaga meus pecados e joga-os no mar do esquecimento, escreve meu nome no livro da vida. Em Teu nome eu oro, Amém.”
Se você fez essa oração com todo seu coração, sugiro que procure uma Igreja Protestante perto de sua casa, onde se ensine e pratique a Bíblia. E caso tenha qualquer dúvida, naquilo que eu puder ajudar você a se edificar, conte comigo 🙂

[ Comentários para este post no cabeçalho do início desta página clique onde diz Comments; Este outro campo igual abaixo é para comentários do post de janeiro ]
Anúncios

10 Respostas para “A falsa alegria do carnaval

  1. —– Original Message —–
    >> Oi Silvia!
    >> Muito obrigada por responder meu comentário e minhas perguntas,achei vc
    >> muito sensata ,graças à Deus.
    >> Falo assim porque é normal que as respostas para minhas perguntas sejam
    >> respondidas com certo desprezo e hipocrisia.
    >> Acho que para tudo na vida é preciso ter equilibrio e bom senso se não
    >> ficaremos iguias aos cavalos que só olham para frente e isso não é bom
    >> para ninguém,muito menos para nós cristãos.
    >> Achei seu blog sem querer,eu estava procurando por uma pessoa no Google e
    >> acabou que entrei por acaso.
    >> Super beijo
    >> Dayane

  2. Olá Dayane!
    Obrigada pela visita e comentário no blog 🙂

    Quanto as suas considerações, saiba que são sensatas e concordo com elas de um modo geral.
    Minha mãe sempre levava a mim e minhas irmãs aos bailinhos de carnaval tb (sou convertida a Jesus há quase 2 anos apenas) e eu gostava muito das fantasias e até mesmo das marchinhas. Conforme fui crescendo, fui perdendo o interesse pelo carnaval porque foi perdendo o verdadeiro sentido de diversão e virando marketing, entre outras coisas, eheh.
    Agora vou te falar o que eu, Sílvia, penso. Não é a opinião bíblica (a propósito> comentei o texto que está no blog apenas, mas a autoria do texto não é minha, ok?!), apenas o que particularmente penso a respeito. Como vc bem disse, estamos em meio a pecadores todo o tempo, inclusive dentro das Igrejas, pois na própria Bíblia fala que somos todos pecadores. Então, não acho que não podemos ir as festas do mundo, se é que posso chamar assim, mas o diferencial é a nossa conduta nesses locais. Uma vez que dizemos ser evangélicos, no meu caso, e alegamos seguir a Cristo, que o meu comportamento seja como o dEle, pois o próprio Jesus vivia em meio à pecadores e sua reputação e comportamento nunca foram atingidos, permanecendo Ele santo e reto. Se a pessoa é convicta da fé que profere e dos ensinamentos dos Evangelhos que segue, acredito que o fato dela estar, desde que não seja uma recorrente senão a pessoa pode acabar se desviando dos caminhos do Senhor, uma vez que a porta do mundo é bem mais larga que a de Deus, nesses locais pode ser útil até mesmo como uma forma de evangelização; de mostrarmos aos que ainda não estão salvos que o fato da pessoa se converter a Jesus não quer dizer que ela deva isolar-se do mundo, mas que ela pode conviver com o mundo, com as coisas do mundo, sem se tornar do mundo, ou seja, sem deixar-se contaminar pelo pecado e engano que o mundo oferece.
    Portanto, se Jesus voltar enquanto estivermos no carnaval, contanto que – ao meu ver, veja bem – meu coração e espírito estejam em Deus e firmes em Sua Palavra, acredito que isso não me deixará aqui não, mas que sim, serei arrebatada e após o juízo final passarei a eternidade com o Pai.

    Espero ter mostrado o modo como penso, pois não tive a pretensão de responder as tuas perguntas, uma vez que ainda sou uma conhecedora da Palavra de Deus com pouco tempo de conversão. E independente de outros cristãos mais experientes discordarem de mim, no atual momento, dentro do que entendo ser o amor e a misericórdia do Senhor, é o que penso.
    [ ]´s e fica com Deus!
    Ah! Como encontrou meu blog: foi alguma indicação? Se puder me retornar, agradeço 🙂
    Silvinha M Rizzuto Rosa
    2803091602smrr

  3. Olá,gostei muito do seu texto e concordo com ele em quase todos os pontos,mas tenho algumas dúvidas.
    O que falar de quem gosta de pular o carnaval como uma oportunidade de se divertir simplesmente,digo isso, sem bebedeiras ou intenção de sexo desmedido ou qualquer outro pecado que se possa cometer num evento assim?
    Falo por mim, quando criança meu pai me levava aos bailes e sempre me diverti muito, não era uma alegria vazia não, e não servia para maquiar problemas reais de nossa vida em casa.
    Cresci e continuei indo em bailes de carnaval e nunca me envolvi em nada que pudesse me comprometer porque minha intenção sempre foi a de me divertir,ouvir as marchinhas alegres que muitas vezes são tão inocentes que me dão saudades de tempos que não vivi.
    E quanto a Jesus voltar exatamente no momento de se estar ali,bem, estamos com pecadores de toda espécie o tempo todo,certo?e aí como é que fica?

  4. Oi amada Silvinha! Vim conhecer o seu blog e amei! deus continue te dando inspiração para usar este espaço para evangelizar!!! Viu, peguei o seu email através do grupo Taggers de Cristo, pois eu também sou de lá! Olha, gostei muito mesmo do seu blog! E sobre este post, já imaginou se Jesus voltasse bem no sábado, à noite de carnaval, ou no domingo? Ainda bem que Ele não está demorando, mas apenas está dando chances de as pessoas se arrependerem, né? Você é da UBE também? Olha, eu pedi pra um monte de gente lá me add, mas aos poucos estão me add, então, talvez eu ainda não tenha pedido pra vc me add ainda, porque conforme vão me add, é que vou tendo espaço para pedir que novas pessoas me add. Muito obrigada por me add no Orkut, viu? Eu amo muito a UBE!!! E o Taggers de Cristo é uma bênção enorme, pois a generosidade delas em oferecer os trabalhinhos me deixa muito feliz!!!

    BJS!!! FIQUE NA PAZ DO SENHOR JESUS!!!

    CLAUDIA (Na UBE sou Claudia Sunshine e no meu blog também. Já no Taggers de cristo sou Claudia Paiva).

  5. Oi querida,
    Vim retribuir a visitinha.
    Muito legal seu blog!!
    Nunca gostei de carnaval, prefiro ficar em casa, bem longe do barulho e curtindo o que a vida me deu de melhor, minha família linda.
    Beijos
    Sandra, Ana Laura e Carolina Vitoria
    http://sandra-minhasprincesas.blogspot.com/

  6. Olá.

    Vi o seu blog e gostaria de propor-lhe uma parceria de indicação mútua. Grande abraço.

    Em Cristo Jesus,
    Pr. Artur Eduardo

  7. Oi Silvia, não achei a postagem sobre o bisneto de Bezerra de Menezes.
    Me diga q estou curiosa p/ ler e comentar.
    Bjos

  8. Boa Tarde Silvinha!!!
    Faz tempo que o Carnaval é para mim um momento relxante, em que fico em minha casa, me cuidando para o restante do ano..
    Obrigada pelo texto, muito real… que pena que os brasileiros “parem” no carnavel e na copa do mundo…
    “Pão e Circo”…
    Abraços

  9. Oi Silvia,
    Maravilhoso seu post,meus pais qdo eu era criança me levavavam p/ o carnaval, mas depois da adolescência vi q é exatamente o q vc diz, algo sem noção,sem limites, puro pecado que abre portas p/ o sexo desmedido, bebedeiras insaciáveis etc,não vejo a menor graça, prefiro está bem longe disso.
    Um gde Abraço.
    Ah…Apareça no meu blog, deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s