O nascimento de Cristo

“E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens!” (Lucas 21.13-14)

Entre os cristãos, a história do nascimento de Cristo relatado no Evangelho de Lucas certamente é a mais conhecida da Bíblia. É o tema de inúmeros cânticos religiosos, imagens e representações. Portanto, corremos o risco de perder de vista o profundo significado dessa narração e o extraordinário nesse acontecimento.

Na pequena cidade de Belém aconteceu o inconcebível para nós: o Filho de Deus se tornou homem. Deus Se revelou na pessoa de Seu Filho Jesus Cristo! A “plenitude dos tempos” havia chegado e “Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei” (Gálatas 4.4). Foi o sinal para que uma grande quantidade de anjos rompesse em louvor, do qual ressaltamos a expressão: “Boa vontade para com os homens!”.

A multidão de hostes celestiais reconhece que Deus “não socorre anjos, mas socorre a descendência de Abraão” (Hebreus 2.16). Os homens, que desonraram a Deus desde o pecado original, menosprezaram Seus mandamentos e se obstinaram em fazer a própria vontade, no entanto, o homem perdido era o objeto dos pensamentos Divinos.

O Filho de Deus não tomou a forma de um anjo, mas de um verdadeiro ser humano, para salvar por meio de Seu sacrifício na cruz toda a humanidade caída e separada de Deus. Deus poderia dar maior prova de “boa vontade para com os homens”?

(Extraído da agenda Boa Semente 2009)

Um P.S. da Silvinha:

Existem muitas coisas na vida que precisamos aprender, mas há 4 coisas que são importantíssimas e que Deus quer que você saiba. São elas:

1) Deus te ama e tem um plano maravilhoso para a tua vida.
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16)

2) O pecado que praticamos nos separa de Deus.
A Bíblia diz: “O salário do pecado é a morte…”  O pecado somente pode oferecer ao ser humano uma satisfação ilusória e temporária, mas seu fim é de derrota, decepção e morte espiritual. Morte espiritual é separação de Deus, mas Deus, sendo tão rico em amor, planejou um meio de restaurar o relacionamento do homem com o Criador.

3) Jesus Cristo é a solução de Deus para o homem pecador.
Ele é a “ponte” que nos une a Deus. Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim”.

4) Você precisa fazer um convite para Jesus entrar e reinar em sua vida.
É necessário receber a Jesus Cristo como único Senhor e Salvador. Você pode fazer isto agora mesmo, fazendo a seguinte oração:
“Senhor Jesus, reconheço que preciso de Ti e agora Te recebo como o único Senhor e  suficiente Salvador da minha vida. Perdoa os meus pecados e guia-me na Tua Vontade. Em o nome do Senhor Jesus. Amém e Graças a Deus.”

Caso você tenha feito esta oração com todo seu coração e fé, saiba que não estou falando de religião, mas de um relacionamento que você passará a ter diretamente com Cristo, sem necessidade alguma de outros intermediários, o que aliás, a Bíblia condena! Estou à sua disposição para ajudar naquilo que for possível. Terei um imenso prazer em ajudá-lo(a) no crescimento de sua vida cristã, assim como tenho sido ajudada.
Recomendo que procure perto de sua casa uma igreja protestante onde a Bíblia é pregada e ensinada (recomendo os sites a seguir, onde você poderá procurar uma Igreja em sua cidade: http://www.ouvirecrer.com.br e http://www.fazendodiscipulos.com.br), que se reúna num salão ou numa casa, isso não importa, pois só assim você poderá conhecer os planos do Senhor pra sua vida e então vivê-los. E posso adiantar que os sonhos dEle para os seus filhos (que são aqueles que não só aceitaram a Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas, mas entregaram suas vidas à Ele, para que Ele possa agir, buscando irmãos que professem a mesma fé e que serão verdadeiramente seus irmãos) são os melhores possíveis. Sou exemplo disso: aceitei a Jesus de todo meu coração e passei a frequentar uma Igreja protestante. Não virei carola nem fiquei bitolada e não estou dizendo pra vocês viverem enfiados na igreja templo (afinal, agora você se tornou a verdadeira Igreja de Cristo), mas apenas que dêem o primeiro passo; vão num domingo, os cultos dominicais são sempre muito bons e Deus fala aos corações. O amor de Deus tem preenchido minha vida e a paz do Senhor Jesus tem consertado tudo em mim que precisava ser arrumado e tem me ensinado a ser de verdade, feliz. E é essa mesma felicidade que desejo à vocês,. Busquem ao Senhor enquanto há tempo. Entreguem-se de corpo e alma que o Espírito Santo fará o resto. Mas o primeiro passo depende apenas de você! Dê-se essa chance – a única que é real – de ter sua vida transformada, porque pra Deus nada é impossível!

Anúncios

Uma resposta para “O nascimento de Cristo

  1. O Natal é uma data mentirosa, Quem realmente Ler A Biblia ira ter certeza que Yaohúshua, não nasceu nessa data.É uma celebração mitriana.O que o Eterno pediu que fosse lembrado sim, de sua morte,.
    Quando Ele nasceu “… havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.” (Lucas 2:8). Isto jamais pôde acontecer na Judéia durante o mês de dezembro: os pastores tiravam seus rebanhos dos campos em meados de outubro e [ainda mais à noite] os abrigavam para protegê-los do inverno que se aproximava, tempo frio e de muitas chuvas (Adam Clark Commentary, vol. 5, página 370). A Bíblia mesmo
    prova, em Cant 2:1 e Esd 10:9,13, que o inverno era época de chuvas, o que tornava impossível a permanência dos pastores com seus rebanhos durante as frígidas noite, no campo. É também pouco provável que um recenseamento fosse convocado para a época de chuvas e frio (Lucas 2:1).
    O Natal é uma das principais tradições do sistema corrupto chamado Babilônia, fundado por Nimrode, neto de Cam, filho de Noé. O nome Nimrode se deriva da palavra “marad”, que significa “rebelar”. Nimrode foi poderoso caçador CONTRA Deus (Gn 10:9).
    Há pessoas que insistem em que, apesar das raízes do Natal estarem no paganismo, agora elas não observam o Natal para honrarem um falso deus, o deus sol, senão para honrarem a Jesus Cristo. Mas diz Deus:

    “Guarda-te, que não te enlaces seguindo-as, …; e que não perguntes acerca dos seus deuses, dizendo: ‘Assim como serviram estas nações os seus deuses, do mesmo modo também farei eu.’ Assim não farás ao SENHOR teu Deus; porque tudo o que é abominável ao SENHOR, e que Ele odeia, fizeram eles a seus deuses; …”. (Deut 12:30-31)

    “Assim diz o SENHOR: ‘Não aprendais o caminho dos gentios, … Porque os costumes dos povos são vaidade; …'” (Jr 10:2-3).

    Deus disse-nos claramente que não aceitará este tipo de adoração: ainda que tenha hoje a intenção de honrá-Lo, teve origem pagã e, como tal, é abominável e honra não a Ele mas sim aos falsos deuses pagãos.

    Deus não quer que O honremos “como nos orienta a nossa própria consciência”:

    “Deus é Espírito; e importa que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade”. (Joã 4.24).

    O que é a verdade? Jesus disse que a Sua palavra, a Bíblia, é a verdade (Joã 17:17). E a Bíblia diz que Deus não aceitará o culto de pessoas que, querendo honrar a Cristo, adotem um costume pagão:

    “Mas em vão me adoram, ensinando doutrina que são preceitos dos homens.” (Mt 15:9).

    referencias: The New Schaff-Herzog Encyclopedia of Religious Knowledge (A Nova Enciclopédia de Conhecimento Religioso, de Schaff-Herzog) explica claramente em seu artigo sobre o Natal:
    10. AFINAL, A BÍBLIA MOSTRA QUANDO NASCEU JESUS?
    Jesus Cristo nasceu na festa dos Tabernáculos, a qual acontecia a cada ano, no final do 7º mês (Iterem) do calendário judaico, que corresponde [mais ou menos, pois o calendário deles é lunar, o nosso é solar] ao mês de setembro do nosso calendário. A festa dos Tabernáculos (ou das Cabanas) significava Deus habitando com o Seu povo. Foi instituída por Deus como memorial, para que o povo de Israel se lembrasse dos dias de peregrinação pelo deserto, dias em que o Senhor habitou no Tabernáculo no meio de Seu povo (Lev 23:39-44; Nee 8:13-18 ).

    Em João 1:14 (“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”) vemos que o Verbo (Cristo) habitou entre nós. Esta palavra no grego é skenoo = tabernáculo. Devemos ler “E o Verbo se fez carne, e TABERNACULOU entre nós, e…”. A festa dos Tabernáculos cumpriu-se em Jesus Cristo, o Emanuel (Isa 7:14) que significa “Deus conosco”. Em Cristo se cumpriu não apenas a festa dos Tabernáculos, mas também a festa da Páscoa, na Sua morte (Mat. 26:2; 1Cor 5:7), e a festa do Pentecostes, quando Cristo imergiu dentro do Espírito Santo a todos os que haveriam de ser salvos na dispensação da igreja (Atos 2:1).

    Vejamos nas Escrituras alguns detalhes que nos ajudarão a situar cronologicamente o nascimento de Jesus:
    • Os levitas eram divididos em 24 turnos e cada turno ministrava por 1 semana, 2 vezes ao ano. Durante os sábados especiais, todos os turnos ministravam juntamente; 1Cr 24:1-19.
    • O oitavo turno pertencia a Abias (1Cr 24:10)
    • O primeiro turno iniciava-se com o primeiro mês do ano judaico – mês de Abibe Êxo 12:1-2; 13:4; Deut 16:1.

    Zacarias, pai de João Batista, era sacerdote e ministrava no templo durante o “turno de Abias” (Tamuz, i.é, junho) (Luc 1:5,8,9). Terminado o seu turno voltou para casa e (conforme a promessa que Deus lhe fez) sua esposa Isabel, que era estéril, concebeu João Batista (Luc 1:23-24) no final do mês Tamus (junho) ou início do mês Abe (julho). Jesus foi concebido 6 meses depois (Luc 1:24-38), no fim de Tebete (dezembro) ou início de Sebate (janeiro). Nove meses depois, no final de Etenim (setembro), mês em que os judeus comemoravam a Festa dos Tabernáculos, Deus veio habitar, veio tabernacular conosco. Nasceu Jesus, o Emanuel (“Deus conosco”).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s