Sou cristã, apesar da igreja

[ Comentários para este post no cabeçalho acima clique onde diz Comments – Informo que copiei os comentários referentes à página IEQ, pois a mesma foi excluída. ]

Casa de Deus
Quando recebemos a Jesus como único Senhor e suficiente Salvador, devemos dar o passo seguinte que é buscar uma igreja idônea onde poderemos congregar com pessoas (que deveriam se tornar nossos irmãos, mas nem sempre isso acontece) que professam a mesma fé que nós abraçamos, pois é dessa forma que vamos amadurecer na fé cristã. Na época em que me converti (há 2 anos), visitei várias denominações e cada uma tinha uma coisa em particular que me agradava e outras que nem tanto. Depois de orar pedindo a orientação de Deus, Ele foi muito bom comigo e me levou a ser membro da Igreja do Evangelho Quadragular Sede em Mogi das Cruzes (SP), cidade onde morava. E foi lá que aprendi o que é ser cristã, o que é viver debaixo da graça de Deus.
Aprendi também a amar a igreja de Cristo e entenda-se por igreja o corpo de Cristo, você e eu que somos cristãos. Amo de verdade e respeito cada uma das pessoas abençoadas que Deus colocou em meu caminho, independe delas estarem na mesma igreja que eu ou não. Mas não endeuso ninguém, seja pastor, bispo, apóstolo, levita (ou cantor gospel, como preferir), missionário, diácono, obreiro ou somente um ‘crente de banco’, que não carrega qualquer título.

Deus tem me dado a consciência clara e correta de que devemos adorar somente à Ele e que Ele coloca essas pessoas pra nos guiar em Seu caminho, para aprendermos como ser (ou como não ser também, ihihih), a como desenvolvermos nossa fé; portanto o único que é digno de toda adoração é Ele e ponto final, por mais famoso que fulano seja, por mais seguidores que ciclano possua.

Sempre fui fiel aos meus princípios. Aprendi (relutei mas finalmente cri) que a Verdade está () na Palavra de Deus e é nela que me baseio pra tudo na vida; se por acaso ocorrer da igreja em que estou não estar 100% alicerçada na Palavra, não hesito em deixar a igreja e ficar com a Palavra. Quando não estamos em sintonia com a doutrina da denominação religiosa que frequentamos, temos o direito de procurar outra que seja mais de acordo com nossos ideais espirituais; é o melhor a fazer tanto pra nós mesmos como pra igreja em si. Por isso deixei de ser membro da igreja Quadrangular que frequentei por 10 meses aqui em Minas e resolvi, depois de muita, muita oração mesmo, retornar ao ministério onde nascei em Cristo: Ouvir e Crer. Por mais que amasse a igreja onde estava, a visão sob a qual fui gerada por Deus falou mais alto e mesmo sem estar participando fisicamente de uma igreja (templo) de junho pra cá, me sinto FELIZ e muito bem alimentada (diariamente) através da Bíblia, das palavras abençoadas que leio, ouço e assisto pela web que são desse meu ministério, além do apoio que os pastores me dão sempre que preciso.

O diferencial que há entre as demais religiões, seitas e filosofias e o cristianismo é que este não se baseia numa doutrina, mas numa Pessoa; e acontece uma enorme diferença na vida do ser humano entre se submeter a um conjunto de regras, ritos… à se refugiar em Alguém cujo Amor foi comprovado. Na verdade, nem tem como comparar o que é “seguir uma religião” ao ter um relacionamento íntimo e pessoal com o próprio Deus. Depois de muitas recusas, glória a Deus porque resolvi seguir meu coração e não minha mente carnal e não mudei de religião apenas, mas mudei de vida ao me encontrar com Jesus!

Esse blog visa o evangelismo; mostrar àqueles que ainda não optaram por mudar verdadeiramente de vida os motivos que me levaram a tomar essa decisão, a mais acertada em toda minha vida, sem dúvida alguma! E se diante disso, posso aconselhar algo a alguém, o faço com todo carinho: Não vire evangélico! Não mude de religião apenas! Converta-se à JESUS! A própria palavra já dá o sentido do que haverá contigo: conversão, mudança! Mas só é válida se for pra Cristo, não pra igreja tal, não pra doutrinas de homens… E tem diferença? você pode perguntar. Tem sim! Faz totalmente a diferença porque Jesus não é religião nem está em todas as religiões, como erroneamente se fala pelo mundo afora (tem também aquele outro ditado muito comum: “eu sou feliz, tenho Deus do meu jeito!” mas é a gente que tem de ser do jeito de Deus!!! :-); e placa de igreja não salva ninguém, só Jesus pagou o preço com Sua morte pra que a gente fosse abençoado com a reconciliação com o Pai! Mas pra receber isso você tem de reconhecer que é pecador e estar disposto a aceitar a Cristo como o único Senhor de sua vida e salvador particular!

A religião derruba o homem e o afasta de Deus. É verdade isso, não estou exagerando. Cristo levanta o homem e o traz pra mais perto de Deus! A religião melhora as pessoas, mas o Evangelho as transforma!!! E o Evangelho é uma possibilidade real de vida nova pra todo aquele que acredita e se permite experimentar isso!

Termino com um trecho da música “O Inimigo” do Dj Alpiste, que fala por sí só:

“Meu prazer é ver você destruído
Pois um dia do céu eu fui banido
A Terra agora é meu campo de batalha
Aqui minha mentira se espalha
Pois você é incrédulo e inseguro
Sua fé está sempre em cima do muro
Foi por isso que eu criei a religião
Pra você achar que todo pastor é ladrão
E o dinheiro que o povo dá na igreja
Você gasta bem melhor tomando cerveja
Sou capaz de tudo pra te afastar da luz
Pra que você nunca conheça a Jesus
Nunca aceite Seu sangue derramado
Nunca conheça o perdão do seu pecados
E por toda a vida vai ser sempre cego
Cultivando cada vez mais o seu ego
A menos que um dia conheça a Verdade
Vão chamar você de louco por toda cidade
Pensando bem é melhor ficar comigo
Muito prazer: eu sou seu inimigo.”
[ Comentários para este post no cabeçalho do início desta página clique onde diz Comments; Este outro campo igual abaixo é para comentários do post de julho. – AVISO: Só aprovarei comentários que tenham sido assinados e cujo email seja válido. Quem não se indentifica e ainda coloca uma conta de email que não existe, não merece crédito. ]
Anúncios