Filhos de Deus

Na cruz Ele se tornou pecado em nosso lugar, mas em Sua ressurreição nós nos tornamos o que Ele é, Santo, Filhos de Deus. Somos criados nEle.
A cruz exterminou nossa velha natureza, a ressurreição nos deu uma Nova, IGUAL A DE DEUS!
JESUS olha pra Sua Noiva e diz como Adão disse a Eva: “Essa afinal é OSSO DOS MEUS OSSOS, CARNE DA MINHA CARNE”. Mesma NATUREZA!

Imagem

Seu servo e amigo no Evangelho,
Eber Rodrigues

Crer é a normalidade do homem espiritual!

O andar no Espírito, a verdadeira vida espiritual, estará sempre cercada de um mistério tremendo, isso nos jantem humildes, dependentes do Senhor.</p>
<p>Um homem de Deus jamais estará em um lugar onde ele não precise crer e exercer sua fé, jamais. A fé é a nossa herança em Deus nessa terra.</p>
<p>Nunca estaremos num lugar de comodismo em termos do Espírito, sempre precisaremos dar aquele passo pra fora do"barco para andarmos sobre as águas". Pois, um verdadeiro Cristão amadurecido em Deus, não tem na fé sua ultima cartada quando nada mais funciona, pra ele, fé é a primeira opção sempre.</p>
<p>Se o andar espiritual não fosse cercado desse santo e diário mistério, seríamos enganados por nossa carne e cairíamos no falso auto-sustento. </p>
<p>Quando o Senhor diz: "O Pão nosso cada diz nos dá hoje,"Na verdade Ele está nos chamando pra experimentarmos fé TODOS OS DIAS.! Aparentemente para o homem natural a vida da fé parece loucura, por estar sempre na beira de um precipício, mas na verdade, nada é mais seguro.</p>
<p>O homem espiritual já descobriu que não há vida real fora da fé, e ele já escolheu viver ali para sempre! Não só de pão viverá o homem.</p>
<p>Viver pela fé não é ser perfeito em si mesmo, não, viver pela fé é crer NO JESUS PERFEITO POR NÓS pois, o que não somos, Ele é por nós.</p>
<p>A fé não é para os que não tem falhas pelo contrário, ela é para os falhos, serem PERFEITOS, Nele! Não é crer e nós, é crer Nele. O humanismo exalta o esforço próprio e as conquistas humanas, a fé, exalta a Jesus, e o que Ele conquistou pra nós, DE GRAÇA. O humanismo se apoia no que EU posso fazer, a fé diz: Não mais eu, mas Cristo em mim! Ela se firma no que JESUS FEZ.</p>
<p>Estar numa posição onde a fé seja dispensável é o lugar mais perigoso para um cristão pois, O JUSTO VIVERÁ POR SUA FÉ.</p>
<p>ENTENDA ISSO!</p>
<p>Seu servo e amigo no evangelho,</p>
<p>Eber</p>
<p>Twitter: @eberouvirecrer</p>
<p>www.ouvirecrer.com.br

O andar no Espírito, a verdadeira vida espiritual, estará sempre cercada de um mistério tremendo, isso nos mantém humildes, dependentes do Senhor.

Um homem de Deus jamais estará em um lugar onde ele não precise crer e exercer sua fé, jamais. A fé é a nossa herança em Deus nessa terra.

Nunca estaremos num lugar de comodismo em termos do Espírito, sempre precisaremos dar aquele passo pra fora do “barco para andarmos sobre as águas”. Pois um verdadeiro cristão amadurecido em Deus, não tem na fé sua última cartada, quando nada mais funciona, pra ele, fé é a primeira opção sempre.

Se o andar espiritual não fosse cercado desse santo e diário mistério, seríamos enganados por nossa carne e cairíamos no falso auto-sustento.

Quando o Senhor diz: “O Pão nosso cada diz nos dá hoje,”Na verdade Ele está nos chamando pra experimentarmos fé TODOS OS DIAS.! Aparentemente, para o homem natural, a vida da fé parece loucura, por estar sempre na beira de um precipício, mas na verdade, nada é mais seguro.

O homem espiritual já descobriu que não há vida real fora da fé, e ele já escolheu viver ali para sempre! Não só de pão viverá o homem.

Viver pela fé não é ser perfeito em si mesmo, não; viver pela fé é crer NO JESUS PERFEITO POR NÓS pois, o que não somos, Ele é por nós.

A fé não é para os que não tem falhas, pelo contrário, ela é para os falhos serem PERFEITOS nEle! Não é crer em nós, é crer nEle. O humanismo exalta o esforço próprio e as conquistas humanas, a fé exalta a Jesus e o que Ele conquistou pra nós DE GRAÇA. O humanismo se apoia no que EU posso fazer, a fé diz: Não mais eu, mas Cristo em mim! Ela se firma no que JESUS FEZ.

Estar numa posição onde a fé seja dispensável é o lugar mais perigoso para um cristão pois, O JUSTO VIVERÁ POR SUA FÉ.

ENTENDA ISSO!

Seu servo e amigo no Evangelho,

Eber

Twitter: @eberouvirecrer

www.ouvirecrer.com.br

O Ídolo

“Sabemos que o ídolo nada é no mundo e que não há outro Deus, senão um só. Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses… todavia, para nós há um só Deus, o Pai… e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas.” (I Coríntios 8.4-6)

Tukaram, um jovem índio criado na adoração aos falsos deuses de sua religião, acabara de ser admitido como aluno da escola missionária cristã da cidade vizinha. E para chegar lá tinha de atravessar um rio. Certo dia viu muitas pessoas ocupadas tirando alguma coisa das águas. Alguém tinha de afogado? Não; uma estátua de madeira havia caído no rio. Amarraram uma corda ao redor do pescoço da imagem para que a correnteza não a arrastasse. Quantos esforços para salvar um deus que se afogava!

Quando Tukaram chegou à escola, contou o acontecido aos seus novos companheiros cristãos, que exclamaram:

– Que deus tão estranho! Não pode salvar a si mesmo. É um deus morto. Nós conhecemos um Deus vivo!

– Como ele se chama?, perguntou o índio.

– Deus eterno, o Todo-Poderoso; Ele é nosso Pai.

– Onde ele mora?

– Está presente em todas as partes, Ele vê e ouve tudo.

Tukaram escutou e ficou meditando. Pouco a pouco aprendeu a conhecer esse Deus único que deu o Seu Filho para salvar os pecadores. Certo dia declarou diante de toda a escola que queria se tornar cristão.

Em nossa época materialista não faltam ídolos de pedra e madeira: o dinheiro, a fama, a bebida, a droga, o sexo, o orgulho e muitos mais. Deus abomina os ídolos, quaisquer que sejam, e a Bíblia é bem enfática quanto a isso: “Filho do Homem, estes homens levantaram os seus ídolos no seu coração e o tropeço da sua maldade puseram diante da sua face; devo eu de alguma maneira ser interrogado por eles?” (Ezequiel 14.3). Quem segue os ídolos mortos não pode esperar obter o conhecimento do Deus Vivo. A ordem do Senhor é clara: “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos” (1 João 5.21).

(Extraído da agenda Boa Semente 2009)

Agradeço a Jesus Cristo pela graça alcançada

[ Comentários para este post no cabeçalho acima clique onde diz Comments ]

Onde quer que andemos pela cidade de São Paulo deparamo-nos com inúmeros cartazes, faixas e letreiros pendurados nas fachadas das casas e nos postes com a seguinte inscrição:

“AGRADEÇO A SANTO EXPEDITO PELA GRAÇA ALCANÇADA”.

Fiquei curioso: quem é esse homem que está resolvendo o problema de tantas pessoas?

Resolvi procurar na Bíblia para ver se aparecia o seu nome, se ele tinha andado com Cristo ou com Paulo. Quem sabe ele fosse um dos discípulos? Minha busca deu em nada: não aparece Santo Expedito na Bíblia. Fui pesquisar então na História e finalmente achei o homem: ele foi comandante de uma legião romana, converteu-se ao cristianismo e morreu martirizado no ano 303. Diz a história que no momento de sua conversão apareceu um corvo (simbolizando o mal) que lhe falou: “Cráss” que significa “amanhã” em latim. O corvo queria que ele deixasse a conversão para outro dia. Ele não aceitou e esmagou o corvo com o pé direito, afirmando “hodie” (que significa hoje). “Não vou deixar nada para amanhã”. Ficou conhecido, então, como o santo que resolve as coisas com rapidez.

Continuei pesquisando para ver quando foi sua ressurreição, mas não há menção desse fato. Ora, se não ressuscitou como Jesus significa então que ele está no Paraíso, aguardando o Dia do Juízo, junto com o ladrão da cruz, junto com Pedro, com Maria e todos os mais que morreram em Cristo.
Eu até creio que após sua conversão Expedito foi um homem bom e justo. Mas agora encontra-se completamente impossibilitado de atender minhas preces e nem sequer sabe que eu existo.

Outro dia recebi um e-mail ensinando-me a pedir as coisas para Santo Expedito. Ao final dizia para remeter a mesma mensagem para mais 15 pessoas e não quebrar a corrente. Como eu não quero mexer com os mortos (e acho que quem já morreu merece descanso), ao invés de mandar aquela mensagem, eu escrevi uma outra que passei adiante e dizia assim:

AGRADEÇO A JESUS PELA GRAÇA ALCANÇADA, POIS….

… é Jesus que atende às causas impossíveis (“Porque sem Mim, nada podeis fazer – João 15.5);

… é Jesus que se alegra quando pedimos as coisas apenas em Seu Nome (“E tudo o que pedirdes em meu Nome, eu o farei” – João 14.13)

… é Jesus o único “intermediário” entre Deus e os homens (“Porque há um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus – 1Timóteo 1.5)

… é Jesus o único com poder para interceder por nós (“Cristo Jesus está à direita de Deus e intercede por nós” – Romanos 8.34)

… é a Jesus quem Maria recorreu quando acabou o vinho na festa de casamento e disse: “façam tudo o que Ele vos disser” – João 2.5

MAS ATENÇÃO: Para receber a Graça NÃO PRECISA passar essa mensagem adiante. É necessário apenas Fé em Jesus Cristo. Nada mais.

“Buscar-Me-eis e Me achareis quando Me buscardes de todo o vosso coração” [Jeremias 29.13]

(autoria de Pr. Daniel Rocha)

[ Comentários para este post no cabeçalho do início desta página clique onde diz Comments; Este outro campo igual abaixo é para comentários do post de fevereiro ]