O propósito de Deus

O propósito define o objetivo da obra. Há no coração de Deus o propósito de ter uma família de muitos filhos semelhantes à Jesus.
(Gn 1.21-28a)

A salvação é um meio para se atingir esse propósito Divino e não o fim do mesmo.
(Gn 2.16-17)

Dependência e obediência eram as atitudes interiores que haviam no coração do homem antes da queda.
Os atributos morais de Deus foram repartidos com o homem, quando este foi criado. (Gn 1.26-27) Quando o homem pecou pela primeira vez, perdeu esses atributos (Gn 3.1-7 / Gn 5.1-3) O homem começou a reproduzir então a imagem do pecado que foi consequência de sua desobediência (queda). O retrato da humanindade caída que vemos até os dias atuais é o de que o homem está fora do propósito de Deus. (Rm 3.10-18)
(Rm 5.12-19 / Cl 1.15-17 / Lc 14.25-33)

Se o arrependimento e o Evangelho do Reino não forem pregados às pessoas, não há cura para o homem pecador.
(1Pe 1.18 / Rm 8.28-29)

A mesma Graça que me justifica é a que me santifica.
(Tt 2.11-13 / Rm 12.1-2)

A vontade do pai é que todos se arrependam e conheçam a Plena Verdade.

[Irmãos pregadores: Décio e Marcos]

Debora, Giulia, Aninha

Silvinha e Luciana louvando ao Senhor

Décio, Silvinha, Luiz, Jorge, Luciana, Marcos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s