Jesus – parte 1

Em nosso 1º post sobre este estudo, começaremos a conhecer melhor a Jesus, o que Ele fez, É e ensinou, afinal, é nEle que devemos nos fundamentar e apoiar nossa fé.

Is 53.4-5; 10 A morte de Cristo foi humilhante, assim como o pecado é humilhante.

Cl 1:15-17 O que crêem são redimidos pela obra de Cristo.

Hb 1:1-3 A grandeza de Jesus; o Filho é superior aos anjos.

Jo 1.14 O Verbo feito carne

Fp 2.6-8 Somos chamados para imitar a Cristo O Criador de tudo o que existe e há de existir, se esvaziou de Sua glória por amor e assumiu a forma de homem. Um exemplo claro: um homem se transformando em um verme. Quando o Verbo encarnou-se como homem foi algo muito maior, que não tem nem comparação; o homem é criatura e o verme também é.

João 1:1-3 Nós, meros mortais, iniciamos nossas vidas quando fomos gerados e passamos a habitar o ventre de nossas mães, mas antes disso não existíamos. Com Jesus foi diferente; Ele já existia antes de encarnar na Terra, mas não como homem e sim como o Verbo Divino. O Verbo nunca foi criado e foi Ele quem criou todas as coisas.

Jo 17.5 / 1Pe 2.22 Já como homem, Jesus continuou a se esvaziar não fazendo Sua vontade, mas sempre a do Pai. Tanto que no Calvário, Ele poderia ter pedido ao Pai que o livrasse caso tivesse mudado de ideia e Deus consentiria, pois respeita o livre-arbítrio que Ele nos deu. Mas Jesus, assim como Deus amou o mundo de tal forma que deu ao seu Único Filho pra morrer pela humanidade, também amou ao mundo oferecendo-se em sacrifício e morte de cruz; a morte mais humilhante que pode haver, justamente pra que a essa ação não fosse em vão ou esquecida com o passar dos anos. O pecado de Adão foi satisfazer sua vontade própria. Mas Jesus, o último Adão (I Co 15.45) veio conscientemente pra fazer sempre a vontade do Pai (Jo 4.34; 8.29). Por isso que Ele nunca cometeu pecado, porque sempre fez a vontade de Deus que é Santo. O diabo sempre tentou Jesus pra que Ele fizesse a sua vontade, mas Jesus ficou firme e isso foi sendo homem, não Divino. Portanto, se Jesus conseguiu, nós também conseguiremos ser obedientes a Deus. (Leia também Hb 4.15; 7.26; I Jo 3.5)

At 10.38 At 2.22 Não admiramos apenas a santidade de Jesus enquanto homem, mas também o poder que adveio de Seu ministério. Ele fez muitos milagres, prodígios, sinais, ressuscitou mortos, andou sobre as águas, multiplicou alimentos, pregou às multidões, fez discípulos e ensinou-lhes como agradar o Pai. Como Ele fez isto? Não foi sendo Deus, pois havia se esvaziado da forma Divina e vivia como nós vivemos, como homem. Ele precisou do poder do Espírito Santo pra fazer a obra de Deus assim como nós precisamos. Deus se alegrou no batismo de Jesus, porque naquele momento foi sobre Ele o Espírito Santo (Mt 3.13-17). Tudo o que Jesus fez foi pelo poder do Espírito Santo de Deus. E nós devemos e podermos fazer o mesmo!

Jo 20.30-31 2 Co 5.21 / Is 53:5-6 Hoje em dia praticamente todas as pessoas sabem que Jesus morreu pelos nossos pecados. Mas por que foi necessário um sacrifício tão grande? Pra entendermos o amor de Deus é necessário entender que Deus é perfeitamente Santo e Justo e não pode suportar nem mesmo o que aos nossos olhos seja um pequeno erro. Rm 1.18. Como é que uma pessoa imperfeita como nós, pode agradar a Deus? Não há como. A Palavra já responde isso em Rm 3.10 e Rm 3.23. E a conseqüência de sermos assim está em Rm 6.23. Esta morte é a eterna, do espírito, que está destinada a toda a raça humana. Mas, quando o Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo, então entendemos nossa natureza pecaminosa e sentimos culpa; sendo assim, não temos paz. É nesse momento que começamos a entender pra que foi a morte de Cristo: pra ser feita a justiça de Deus e aplacar a Sua ira. Jesus concordou em ser castigado no nosso lugar, sabendo que nós é que merecíamos ser castigados pelos nossos pecados. Essa é outra grande prova do Amor Divino! (Leia também: Is 53:10)

Sendo culpados perante Deus e com uma enorme dívida para com Ele, como reaveremos nossa paz? Quando entendemos que Jesus pagou o nosso castigo.(Is 53.6). A morte de Jesus tem um significado amplo: com o pecado, o homem ofendeu a Santidade de Deus e provocou Sua ira. (Rm 1.18) Por isso o homem está condenado ao castigo eterno. (Rm 6.23) O homem se tornou escravo do pecado e de satanás (Ef 2.2-3). E perdeu a comunhão com Deus e não pode mais se relacionar com Ele (Is 59.2). A morte de Jesus foi a solução, pois foi propiciatória (Rm 3.25; Hb 2.17; I Jo 2.2; I Jo 4.10), significando que a justiça de Deus não foi eliminada e sim satisfeita. Foi um sacrifício (Ef 3.24; Ef 1.7) substitutivo. Cristo morreu por nós (I Pe 2.24; 3.18) como uma troca (do Justo pelos injustos) e com isso, nosso castigo já foi pago. Foi também redentora (Rm 3.24; Ef 1.7), pois Ele nos resgatou (Gl 3.13). Jesus não era escravo de satanás, foi até o “mercado de escravos” e nos livrou (Hb 2.14-15) e pagando o preço do resgate nos comprou com Seu sangue precioso (At 20.28; Ap 5.9). E foi ainda reconciliadora (II Co 5.18-21; Cl 1.21-22); reconciliar quer dizer “fazer a paz”, quer dizer que afastadas as barreiras o homem pode novamente estabelecer relações com Deus. Como já houve propiciação, sacrifício e redenção, Deus então reaproxima o homem dEle e faz com que ele desfrute novamente de sua amizade.

Anúncios

3 Respostas para “Jesus – parte 1

  1. Que Jesus continue abençoando vocês, ouvindo e crendo!!!
    estaremos semnpre orando pelo minstério de vcs, saiba que amigos fazemos, parceiros nos temos, mas irmãos! só em Cristo, e nós temos esse privilégio de sermos irmãos em Cristo Jesus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    fiquem na paz de Cristo amados!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    de Sérgio Made in Bahia do Zoro claro!!!!!!!!!! hahahhahahahahah

    [Enviado em 06/03/2010 às 10:20 no blog ouvirecrercachoeirademinas.wordpress.com]
    ]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s