Paradoxo

ANTES DE COMENTAR, LEIA ISSO ==> Este blog é como um clipping, ou seja, ele reúne textos de vários autorias, inclusive meus, que são devidamente informados no final de cada post (mesmo quando a autoria é desconhecida é notificado). Também é um local público na rede, portanto, os comentários devem respeitar as opiniões contrárias às nossas, por mais que discordemos delas. Comentários que possam denegrir alguma pessoa e/ou instituição não serão aceitos! Grata pela compreensão, Sílvia Maria Rizzuto Rosa.
—————————————————
[ Comentários para este post no cabeçalho acima ↑ Clique onde diz CommentsAVISO: Só aceitarei comentários que estejam assinados e cujo e-mail seja válido. Quem não se identifica e ainda informa um e-mail inexistente, não merece crédito. ]
—————————————————

Paradoxo

Não consigo entender…

Quando zelamos pela Palavra de Deus somos taxados de fariseus. Quando falsos pastores e falsos profetas utilizam a Palavra de Deus para enriquecimento próprio, eles são os “ungidos de Deus”. Por que fazem isso?

Não podemos mais defender a sã doutrina que nos foi deixada pelos 12 apóstolos? Não podemos mais edificar a Igreja sobre o único fundamento que é Cristo? Por que colocar outro fundamento?

Que Igreja é esta que despreza os ensinos de Cristo e aceita os ensinos de homens? Não podemos criticá-las? Por quê?

Deste quando ungidos de Deus são somente aquelas pessoas que sobem nos púlpítos e vomitam suas heresias sobre prosperidade, curas, bem estar físico, negócios, autoajudas?

Por que não podem ser também ungidos aqueles que pregam a Palavra de Deus, levando o povo a refletir sobre suas vidas, arrepender-se, esvaziar-se, converter-se e receber Cristo em seus corações?

As pessoas devem ser ricas, ter mansões, carros, lanchas, aviões, ser donas de empresas cheias de empregados? Podem, mas não devem!

As pessoas podem ter tudo isso, se for da vontade de Deus, mas não devem desprezar aqueles que não podem ter as mesmas coisas.

Sejamos razoáveis. Não é pecado ser rico, mas é um pecado a ânsia pelas riquezas. Se nada trouxemos a este mundo, também nada dele levaremos.

Nossa riqueza verdadeira consiste naquilo que temos de bom, que é necessário para a nossa sobrevivência. Mas nossa maior riqueza deve ser, sempre, Jesus!

Conclamo, em nome de Jesus, que todos os pregadores, de todas as nações, preguem apenas o verdadeiro Evangelho de Cristo, levando as pessoas a um verdadeiro arrependimento dos pecados, a confessarem seus pecados a Deus, que é rico em perdoar.

Autor: Fernando Paulo Ferreira

[Publicado com a autorização do autor]
—————————————————

[ Comentários para este post no cabeçalho do início desta página ↑ Clique onde diz Comments; Este outro campo igual abaixo é para comentários do próximo post. ]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s